Na Monocard posso ser eu mesmo sem ter medo de repreensão. Todos são muito abertos ao diálogo e à mudança. Os líderes nos dão autonomia para questionar, opinar e também abertura para aparentar soluções. Sinto que é um local onde todos se ajudam e torcem pelo crescimento pessoal e profissional um do outro.